Prefeitura de Guarujá prepara 22 postos para iniciar vacinação contra a Covid-19

Município aguarda a chegada das doses da vacina pelo Governo do Estado. Pretensão é iniciar campanha de imunização já no próximo dia 25 em pelo menos 20 postos fixos

A Prefeitura de Guarujá está com a sua rede municipal de saúde estruturada para dar início à campanha de vacinação contra a Covid-19. O Município pretende disponibilizar à população 22 postos, sendo 20 deles fixos, e prevê o início da campanha a partir do dia 25 de janeiro. A estimativa da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) é de que, inicialmente, cerca de 40 mil pessoas sejam vacinadas na Cidade.

Deste modo, numa primeira etapa, serão 27.115 idosos e outros 10.701 profissionais de saúde a serem imunizados dentro do público-alvo prioritário estabelecido pelo Governo do Estado. O Município aguarda diretrizes para definir se prosseguirá com o Plano de Vacinação Estadual ou Nacional. O detalhamento da campanha será divulgado em momento oportuno pela Prefeitura.

Os 20 postos fixos deverão ser distribuídos entre unidades básicas (UBS) e de saúde da família (Usafas), e outros dois postos serão volantes, inicialmente nas sedes da Guarda Civil Municipal (GCM), no Jardim Helena Maria e em Vicente de Carvalho.

De maneira preventiva, a Secretaria já havia adquirido cinco câmaras de refrigeração para o armazenamento de até 800 doses cada.

Comunicado
O Estado comunicou que as doses serão encaminhadas ao Município semanalmente, pelo Grupo de Vigilância Epidemiológica IV /Santos. Ainda não é possível especificar qual será esse quantitativo e quando a primeira remessa deverá chegar a Guarujá. Por outro lado, a Prefeitura dispõe de insumos suficientes, entre agulhas e seringas, para iniciar a campanha. O Estado já sinalizou que enviará novos itens que garantirão o término da ação.

O secretário de Saúde de Guarujá, Vitor Hugo Straub Canasiro, explica que a Cidade está organizada para a campanha. “A Vigilância em Saúde seguirá a estratégia das demais campanhas realizadas. Inclusive, criamos um Plano Operativo Municipal, que envolve a questão da segurança pública, para garantir que as pessoas do público-alvo tomem a dose”, destacou. Segundo ele, a questão de segurança inclui ainda os profissionais e equipamentos de segurança municipais e também do Estado.

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

Volta às aulas presenciais é prorrogada para 22 de fevereiro

Creches municipais e conveniadas já retornaram às atividades presenciais no último dia 11 A Prefeitura de Guarujá decidiu prorrogar o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino para o dia 22 de fevereiro. Por isso, na data devem retornar os estudantes da Educação Infantil (a partir dos 4 anos), Pré-Escola, Fundamental I e Leia mais

Enfermeira de São Paulo é primeira brasileira vacinada contra covid-19

Uso emergencial da vacina foi aprovado hoje pela Anvisa Logo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter aprovado o uso emergencial da CoronaVac, vacina contra o novo coronavírus produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, o governo paulista aplicou a primeira dose no país. A primeira pessoa vacinada fora Leia mais

Vazamento de esgoto e rachaduras no solo mantêm túnel fechado até terça, 19

Prefeitura de Guarujá convocou uma reunião emergencial para cobrar soluções da Sabesp, que foi notificada a apresentar esclarecimentos formais para incidente que levou a novo fechamento do Túnel Juscelino Kubitschek. Guarujá – Após mais um incidente que obrigou a Prefeitura de Guarujá a fechar o Túnel Juscelino Kubitscheck para obras emergenciais da Sabesp, técnicos da Leia mais