Guarujá retoma regras da Fase Emergencial do Estado

Regras estabelecidas pelo Plano SP de Combate à Covid-19 são mantidas em Guarujá, inclusive com interdição das praias e espaço públicos de lazer, mas atividades essenciais são autorizadas mediante medidas sanitárias e de distanciamento

A Prefeitura de Guarujá publicou o decreto 14.238, que estabelece regras temporárias para o funcionamento parcial e condicionado das atividades comerciais, empresariais e de prestação de serviços. A publicação foi feita em edição extraordinária do Diário Oficial do Município, com validade a partir desta segunda-feira (5), mantendo as restrições já impostas pela Fase Vermelha Emergencial do Plano SP de Combate à Covid-19.

Durante as duas últimas semanas, Guarujá esteve em regime de ‘lockdown’, assim como as demais cidades da região, com restrições ainda mais rígidas, forma encontrada para manter o isolamento entre as pessoas e conter aglomerações, medida cientificamente vista como ideal para evitar a proliferação do coronavírus e, por consequência, da doença.

A ocupação dos leitos para tratamento da doença ainda é alta, de 98%, o que exige a adoção de regras de convivência que restringem o funcionamento de algumas atividades empresariais. Entre as regras do decreto, está o funcionamento restrito de atividades não essenciais, mas as atividades essenciais, principalmente no setor de alimentação e saúde, estão garantidas desde que observadas as medidas sanitárias, como distanciamento social, percentual máximo de ocupação e uso de álcool em gel. Bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques devem continuar atendendo em sistema de entregas por delivery ou drive-thru.

As praias e outros espaços públicos permanecem sob restrição, seguindo o que recomenda a Fase Vermelha Emergencial do Plano SP. As barreiras de bloqueio para entrada de veículos serão implantadas entre sexta-feira e domingo. Estão autorizados a entrar apenas os veículos cujos ocupantes comprovem domicílio no Município, não apenas ocupação eventual. O decreto também mantém a proibição de locação de imóveis para turismo.

Caso não seja comprovado o que estabelecem as regras, o condutor será orientado a retornar ao seu local de origem e, caso se recuse a retornar, o veículo será removido ao pátio. Para garantir o cumprimento das regras do decreto, a Prefeitura de Guarujá segue mobilizando as equipes de várias secretarias municipais e apelando à conscientização da população, já que a pandemia é uma preocupação frequente das autoridades ligadas ao setor de saúde.

FOTOS: PMG

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

Construção da nova sede do 21º Batalhão da PM em Guarujá recebe alvará

Área de pouco mais de 3.600 metros quadrados, doada pela Prefeitura, está localizada em ponto estratégico na Avenida Atlântica (Enseada), há 300 metros da praia A Prefeitura de Guarujá deu mais um passo importante para reforçar a segurança na Cidade. Na manhã desta terça-feira (20), o prefeito Válter Suman entregou ao Estado o alvará para Leia mais

Autoridades vistoriam futura escola cívico-militar do Estado, em Guarujá

O programa será implantado na Escola Estadual Marechal do Ar Eduardo Gomes, localizada ao lado da Base Aérea Nesta segunda-feira (19), o secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, esteve em Guarujá realizando uma vistoria na Escola Estadual Marechal do Ar Eduardo Gomes, ao lado da Base Aérea, em Vicente de Carvalho. O local foi escolhido Leia mais

Guarujá terá praias fechadas e barreiras no final de semana

Objetivo é de desestimular o turismo de um dia, durante esse momento agudo da pandemia Guarujá – Como forma de desestimular o turismo de um dia, Guarujá mantém a proibição de acesso às praias durante o primeiro final de semana de retorno a Fase Vermelha do Plano São Paulo. A Prefeitura também segue com barreiras Leia mais