Connect with us
coluna entre sons e tons

Entre Sons e Tons

Guarujaenses brilham em competições esportivas, inclusive no ballet

Publicado

em

coluna entre sons e tons

Banner Entre Sons e Tons

Ultimamente, muitos atletas têm representado a Cidade de Guarujá em várias modalidades do esporte. Tem guarujaense na nata do surfe mundial, com David Silva. Tem também no boxe, com Charles do Bronx. Tem guarujaense na natação paralímpica, com Gabriel Cristiano. E, neste fim de semana, vai ter guarujaense na competição que inseriu o Brasil no circuito internacional dos concursos de dança, o Grand Prix.

Leia tambémEficácia de vacinas contra a covid-19 pautam estudos no mundo todo

O Passo de Arte GRAND PRIX, a 28ª Competição Internacional de Dança, começou no último dia 2 em Indaituba, e recebe 15 bailarinos de Guarujá a partir deste sábado (4). O evento segue até o dia 08, dividido em 8 gêneros, subdivididos em subgêneros e categorias.
A responsável pela Escola de Ballet Monica Andrade, a própria Mônica Andrade, conversou conosco nesta semana e conta um pouco sobre a competição internacional.

Competidora mais nova do Passo de Arte ‘Grand Prix’ é de Guarujá

coluna entre sons e tons-grand prix

Sophia Moura, de sete anos, foi classificada com ‘Fairy Doll’ para meninas de 12 anos

A Escola de Ballet Monica Andrade já participou de seis campeonatos de dança em Joinville com seus bailarinos. Já viajou com sua companhia para a Alemanha, em Berlim, e Portugal. Há anos, Mônica participa com seus bailarinos do Grand Prix, quando sempre tem um de seus atletas é selecionado para concorrer em competições internacionais.

As seletivas do Grand Prix acontecem em todo o território nacional, quando são escolhidos os melhores para representar o seu estado. Guarujá vai representar o estado de São Paulo com outras duas escolas, de Santos e São Vicente, com o maior número de atletas. “Vamos tentar garantir nossa vaga para 2022 em competições no exterior”, acredita a professora Mônica.

Nesse ano de 2021, a professora de dança teve selecionado oito trabalhos para a competição, e vai competir com a melhor de escola de ballet do Brasil, o Ballet Ana Botafogo, nas mesmas categorias: adulto e pré-juvenil. O corpo de júri da competição é formado por técnicos internacionais, do American Ballet, nos Estados Unidos, de Portugal e da Alemanha, berços do ballet clássico no mundo.

Ela desembarca em Joinville, neste fim de semana, com suas 15 bailarinas e, entre elas, a mais nova bailarina do Grand Prix, Sophia Moura, com apenas sete anos de idade. “Vamos competir com atletas de 7 até 22 anos. A Sophia vai participar pela primeira vez do campeonato na categoria ‘Variação de Repertório’, que faz parte da história da dança”, explicou Mônica.

“Ela passou com um solo de ‘Fairy Doll’, que é um solo para meninas de 12 anos em diante. Ela é a mais nova competidora das edições do Grand Prix. Com apenas sete anos brilhou na variação e vai representar o Guarujá. Um orgulho como professora!”, afirma Mônica.

Estamos na torcida pela classificação do nosso ballet. Nas próximas edições traremos a atualização da competição.

Categorias de Competição – Ballet Mônica Andrade

– Ballet Clássico Livre Conjunto Adulto
Tocata

– Estilo Livre Conjunto Adulto
Outro Dia de Sol

– Variação de Repertório Feminina – Juvenil
Emely Teixeira

– Variação de Repertório Masculina – Juvenil
Kayky Santana

– Variação de Repertório Feminina – Pré
Ester Albuquerque
Sophia Moura
Arthur Guilherme

– Duo Estilo Livre – adulto
Larissa Guedes/ Alicia Melo

+++++++++++++++++++++Continua após a publicidade++++++++++++++++++++++++++

Dia do Nordestino

SESC SANTOS

Exposição Portos apresenta obras de artistas da baixada santista

coluna entre sons e tons-sesc

Para visitar a exposição de segunda a sábado é preciso agendamento pelo site

Os visitantes já podem, aos poucos, voltar a frequentar a unidade do Sesc Santos, que vem retomando as atividades, timidamente. Em cartaz desde junho, a Exposição PORTOS convida os frequentadores a conhecer as obras de 61 artistas, seis deles indígenas, que retratam a paisagem natural e urbana da região.

O objetivo da mostra é dar visibilidade aos artistas e coletivos de arte contemporânea, e mostrar a influência das experiências da vida no litoral nas formas diferentes de expressão da arte. A exposição é dividida em quatro núcleos: o primeiro dedicado ao mar e ao Porto, o segundo e o terceiro, interligados, focados nas formas de habitação na paisagem natural e urbana, e o quarto núcleo relacionado à diversidade étnica e social.

Estão representadas as cidades de São Vicente, Guarujá, Praia Grande, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe e Cubatão, e seus territórios indígenas. A exposição vai até o dia 20 de novembro, mas as visitas precisam ser agendadas pelo site, e a capacidade de atendimento, por conta da pandemia, é de seis pessoas por horário. O Sesc Santos fica na Rua Conselheiro Ribas, 136, no bairro Aparecida.

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply