Legislativo deve economizar R$ 22 milhões até o final do ano

De Guarujá

Desde 2017, montante poupado pela Câmara Municipal já soma R$ 16,5 milhões; recursos têm garantido mais investimentos em obras e serviços

As economias de recursos feitas pela Câmara de Guarujá devem somar mais de R$ 22 milhões até o final deste ano. A projeção é do presidente do legislativo municipal, Edilson Dias, que neste ano espera devolver aos cofres da Administração Municipal valor superior a 30% da verba de custeio do parlamento local.
“Desde 2017, a nossa gestão vem promovendo uma série de medidas administrativas a fim de auxiliar a Prefeitura a investir em obras e em melhores serviços públicos. O montante poupado, nos últimos três anos, já alcança R$ 16,5 milhões e tem garantido recursos extras à saúde, assistência social, segurança e obras públicas”, explica Dias.
A expectativa para este ano, segundo ele, é poupar mais cerca de R$ 6 milhões, totalizando aproximadamente R$ 22,5 milhões até o final da atual legislatura. “Manteremos os nossos esforços para garantir o maior volume de recursos possível à Prefeitura”, antecipa.

MEDIDAS
Para tanto, Dias e os demais vereadores que compõem a mesa diretora da Câmara Municipal pretendem reforçar as ações de economia, adotadas desde 2017. Uma delas é a renegociação de contratos com empresas prestadoras de serviços, o que possibilitou a redução de 25%, em média, dos valores que até então eram gastos.
Também ocorreram novas licitações, mais transparentes, e com regras que permitiram a participação de maior número de empresas – o que resultou na contratação de produtos e serviços por valores menores.
Em complemento a tudo isso, foi limitado o uso dos carros oficiais; houve cortes de gratificações e iniciado um controle rigoroso de horas extras, assim como de uso de materiais e demais recursos colocados à disposição dos gabinetes, entre outras ações que tornaram mais eficiente a máquina administrativa do parlamento local.
Também foi criada a Controladoria Interna da Câmara Municipal, que promove auditoria permanente das ações administrativas, evitando falhas e ajudando na fiscalização de contratos; além da ampliação das regras gerais de gestão e fiscalização de contratos firmados pela Câmara de Guarujá, que passaram a ser monitorados permanentemente por uma comissão gestora, formada por 11 funcionários de carreira que atuam como fiscais e gestores de contratos – e são supervisionados por um controlador, com autonomia para repassar diretamente ao TCE eventuais irregularidades detectadas.

RESULTADOS
Essas medidas trouxeram inúmeros benefícios à população guarujaense. Em 2017, foram devolvidos à Prefeitura R$ 4 milhões, que ajudaram na compra de ambulâncias e equipamentos de saúde; mobílias e automóveis para os conselhos tutelares de Guarujá e de Vicente de Carvalho e, também, para garantir o aumento de 10% no valor dos repasses feitos à Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Apaag (Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Guarujá) e CRPI (Centro de Recuperação de Paralisia Infantil do Guarujá).
Em 2018, foram devolvidos R$ 6 milhões, que ajudaram na compra de 97 armas, 50 coletes balísticos e diversos equipamentos à Guarda Civil Municipal (GCM); obras e compra de equipamentos para melhorar as ações de zeladoria nos bairros, além de investimentos nos mais variados setores da Administração Municipal.
Neste último ano foram devolvidos mais R$ 6,5 milhões. A maior parte desse recurso deve ser aplicada na construção de uma UPA em Vicente de Carvalho (orçada em cerca de R$ 4 milhões).

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

Trio é preso em flagrante por matar homem à facadas em Praia Grande

Suspeitos confessaram o crime e foram indiciados por homicídio simples. A polícia investiga a motivação do homicídio. Um rapaz foi morto à facadas após uma briga com três homens, no bairro Cidade Ocian, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na madrugada de segunda-feira (6). Segundo informações confirmadas pelo G1, o corpo só foi localizado Leia mais

Detento relata luta por sobrevivência no CPP de Mongaguá

Desde alimentação e água racionadas até falta de itens de higiene básica, detento relata que ele e companheiros estão ‘apenas sobrevivendo’. Centro de Detenção Provisória foi cenário da fuga de mais de 500 detentos em março. Uma reportagem do site G1 deste sábado destaca uma carta de um detento à família relatando a luta por Leia mais

Fiscais vistoriam marinas e condomínios de luxo no Rabo do Dragão

Documentações, higienização e regras de não-aglomeração foram alguns dos itens observados De Guarujá No reforço do combate ao Covid-19, os fiscais da Prefeitura de Guarujá vistoriaram, na manhã da última quinta-feira (2), sete marinas e outros quatro condomínios de luxo, localizados na região do Rabo do Dragão, às margens do Canal de Bertioga. A missão Leia mais

Guarujá cria central de informações sobre saúde e a covid-19

De Guarujá Efetivo de 20 profissionais da área de enfermagem, entre técnicos e auxiliares, além de profissionais de psicologia, farão esse atendimento via telefone A partir desta sexta-feira (27), Guarujá contará com uma central de atendimento para tratar de questões de saúde relacionadas à epidemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19). A equipe contará com um Leia mais