Leilão arrecada R$ 505 milhões com concessões no Porto de Santos

De Agência Brasil – São Paulo

Foram leiloadas hoje (28) por R$ 505 milhões duas áreas no Porto de Santos (SP) para movimentação de celulose. As vencedoras foram a Eldorado Celulose e a Bracell Celulose. As concessões têm validade de 25 anos. O certame foi promovido pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

O leilão das duas áreas foi decidido em lances a viva voz que superaram consideravelmente as propostas iniciais pelos lotes. A Eldorado Celulose venceu as disputas para as duas áreas, mas há uma limitação no edital que não permite a mesma empresa ficar com as duas concessões.

Assim, ao final, a companhia optou pela área chamada de STS14. A empresa fez uma oferta inicial de R$ 110 milhões pelo lote. Porém, teve que elevar o valor até R$ 250 milhões para conseguir arrematar a concessão.
As áreas

O contrato da STS14 prevê investimentos de R$ 186,9 milhões, com a demolição de estruturas e a pavimentação para tráfego de veículos de carga. Deverá ainda ser instalado um ramal ferroviário de 600 metros e construído um armazém de aproximadamente 24 mil metros quadrados.

A nova concessionária precisará também reforçar os 309 metros de cais e fazer a dragagem para aprofundar o espaço dos navios. A receita bruta do contrato é de R$ 2,190 bilhões e estima a movimentação de até 2,0 milhões de toneladas por ano.

A Bracell Celulose ficou com a área STS14A, com um lance de R$ 255 milhões, sendo que tinha oferecido inicialmente R$ 100 milhões. O valor também teve que ser aumentado na etapa de disputa direta entre os concorrentes.

Estão previstos investimentos de R$ 193 milhões, com a expectativa que sejam movimentadas até 2,6 milhões de celulose por ano.

São 45,1 mil metros quadrados onde a empresa deverá investir em pontes rolantes para descarregar as cargas de trens, na instalação de 670 metros de ramal ferroviário e um armazém com cerca de 30 mil metros quadrados.

As empresas

A Eldorado tem uma fábrica com capacidade para produzir 1,5 milhão de toneladas por celulose por ano em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

Além do complexo industrial, possui uma área plantada de mais de 230 mil hectares e um viveiro em São Paulo capaz de produzir de 26 milhões de mudas de eucalipto por ano.

A Bracell tem unidades na Bahia e em São Paulo, com capacidade para produzir 750 mil toneladas de celulose por ano.
Avaliação do governo

Após o leilão, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, destacou a importância do edital do leilão impedir que a mesma empresa adquirir as duas áreas, mantendo a concorrência dentro do porto.

“Vendo resultado do leilão hoje vejo que foi uma decisão acertada”, enfatizou sobre a norma que impediu que a Eldorado ficasse com os dois lotes.

O ministro disse ainda que os recursos arrecadados com o leilão ajudam a preparar o Porto de Santos para a privatização.

“É fôlego para a resolução de passivos, para realização de investimentos, para desligamentos e enxugamento da companhia. É a preparação que nós estamos fazendo para a desestatização que vai ser um marco no setor portuário brasileiro”.

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

No Ideb, entre as 100 melhores escolas públicas do Brasil, 50 são Etecs

Média obtida pelas Etecs foi 6, superior à das escolas de Ensino Médio do Brasil e acima dos resultados de todas as regiões do país As Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) mostraram novamente a qualidade do ensino que oferecem à população de São Paulo. Nesta terça-feira (15), o Ministério da Educação (MEC) anunciou o Índice de Leia mais

Empreender em tempos de crise é possível

Da Reportagem Os efeitos da pandemia pelo novo coronavírus na economia do Brasil já podem ser medidos. Recentemente, o IBGE divulgou os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), onde destaca que segundo trimestre de 2020 encerrou com taxa de desemprego de 13,3%, quantidade recorde de desalentados e o menor número Leia mais

Caixa paga hoje auxílio emergencial para nascidos em março

A Caixa Econômica Federal segue com o Ciclo 2 de pagamentos das parcelas do auxílio emergencial. Hoje (4) é a vez de 4,1 milhões de beneficiários, nascidos em março, receberem o crédito na poupança social. Os créditos começaram no dia 28 de agosto pelos beneficiários nascidos em janeiro. Depois, no dia 2 deste mês, o Leia mais

Vacina em teste no Butantan terá R$ 82,5 milhões da Fapesp e do Todos pela Saúde

Demonstrada a eficácia da Coronavac, a participação da Fapesp incluirá o apoio ao processo de regulamentação junto à Anvisa Fapesp destinará R$ 32,5 milhões para apoiar ensaios clínicos, estudos sobre a imunogenicidade e a segurança da vacina em pessoas com maior risco da doença, adolescentes e crianças; iniciativa do Itaú Unibanco investirá R$ 50 milhões Leia mais