Aulas na rede municipal serão retomadas na segunda-feira

Prefeito da Cidade e o secretário de Educação darão as boas-vindas aos estudantes, em ato simbólico na EM Franklin, no Jardim Boa Esperança

Na próxima segunda-feira (22), os alunos da rede municipal de ensino de Guarujá retomam as aulas presenciais, em esquema de revezamento, com todos os cuidados necessários de enfrentamento à covid-19. São estudantes da educação infantil, fundamental I e II, Educação de Jovens e Adultos (EJA), ensino profissionalizante e dos Centros de Atividades Educacionais e Comunitárias (Caecs).

Em ato simbólico, o prefeito de Guarujá e o secretário de Educação darão as boas-vindas aos alunos da Escola Municipal Franklin Delano Roosevelt (Avenida Adriano Dias, 500, no Jardim Boa Esperança), em Vicente de Carvalho. A visita do chefe do Executivo à Unidade ocorrerá às 8 horas.

Na educação infantil, ensino Fundamental I e EJA I, as turmas serão formadas com 25% dos alunos, onde cada turma frequentará a unidade uma vez na semana. Já os alunos de Ensino fundamental II, EJA II e profissionalizante, a frequência presencial será também de uma vez por semana, mas com o percentual de alunos de 35%. Por isso, o aluno que não estiver na escola naquele dia estará em casa no ensino on-line.

Para a próxima semana, a Seduc preparou uma programação de atividades voltadas ao acolhimento dos alunos. De acordo com o secretário, a rede municipal está preparada para uma retomada segura. “Iniciaremos com o escalonamento, e dia a dia, acompanharemos essa volta de alunos e professores. Estamos seguindo todas as orientações do Plano São Paulo (Governo do Estado) e tenho certeza de que, com o empenho de todos, vamos superando os desafios”.

A rede municipal de Guarujá possui aproximadamente 34 mil estudantes. As creches municipais e conveniadas já retornaram às atividades presenciais. O ano letivo 2021 na rede municipal começou no último dia 8, com a disponibilidade do ensino remoto para a familiarização dos roteiros de estudo.

Confira o horário de aula dos alunos:

Educação Infantil: 7h30 às 10h30 (manhã) / 13h30 às 16h30 (tarde)

Fundamental I: 8 às 11h (manhã) / 13h30 às 16h30 (tarde)

Intermediário: 12 às 15 horas

Fundamental II: 8 às 11 horas (manhã) / 13h30 às 16h30 (tarde)

Intermediário: 12 às 15 horas

Vespertino: 16h30 às 19h30

EJA e profissionalizante: 19 às 22 horas

Protocolos de Biossegurança

As unidades escolares de Guarujá estão adaptadas com todas as medidas contra o novo coronavírus. Foram disponibilizados totens de álcool gel, máscaras de proteção, aventais, entre outros equipamentos de proteção individual (EPIs). Além disso, alguns espaços das unidades estão com suas áreas de lazer interditadas e outras demarcadas, como forma de manter o distanciamento social entre alunos, professores e demais profissionais da educação. Para reforçar os cuidados contra o novo coronavírus, a Prefeitura lançou no mês passado, a Cartilha de Biossegurança, para orientar alunos e também os pais ou responsáveis quanto à importância da prevenção.

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

Vacinação contra a covid-19 segue no feriado e amplia faixa etária

Imunização será somente no Ginásio Guaibê nesta quarta-feira (21), com horário especial de funcionamento, das 9 às 14 horas; idosos com 65 anos já poderão garantir a primeira dose Guarujá manterá a vacinação no feriado de Tiradentes nesta quarta-feira (21). A imunização ocorrerá apenas no Ginásio Guaibê (Avenida Santos Dumont, 420 – Santo Antônio) e Leia mais

Fundo Social atende a famílias já agendadas pelos Cras, neste feriado

Atendimento será das 8 às 17 horas, conforme pré-agendamento Nesta quarta-feira (21), feriado de Tiradentes, o Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Guarujá estará com suas portas abertas, das 8 às 17 horas, para atender exclusivamente as famílias já agendadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), para retirada de cestas básicas. “Sabemos que Leia mais

SP: estudo aponta incidência maior de covid-19 entre professores

Docentes seriam três vezes mais infectados que população geral Levantamento realizado por pesquisadores da Rede Escola Pública e Universidade (Repu) indicou que a incidência de covid-19 entre professores das escolas estaduais de São Paulo no início deste ano foi maior do que a registrada na população em geral. Os resultados mostraram que a incidência da Leia mais