Covid-19: Guarujá reduz taxa de internação e média móvel de óbitos cai 63%

Medidas restritivas tomadas no começo de dezembro apresentam resultados; taxa de internação saiu da faixa próxima de 50% para 17%; média móvel de óbitos no último mês diminuiu de 1,57 para 0,57

As medidas mais restritivas para contenção da disseminação da covid-19 tomadas pela Prefeitura de Guarujá surtiram resultado: o cenário da pandemia do novo coronavírus mudou no último mês na Cidade, com a redução de quase três vezes da taxa de internação em leitos públicos, além da média móvel de óbitos, que caiu 63%.

A Prefeitura apertou o cerco no começo de dezembro, quando a Baixada Santista regrediu para a fase amarela do Plano São Paulo, do Governo do Estado. Gradualmente, o índice de ocupação de leitos foi o primeiro a sinalizar a melhora. Nos primeiros dias de dezembro, a taxa de ocupação média era de 50% dos leitos. O número caiu até atingir seu menor patamar nos últimos meses, com apenas 17% de ocupação, na última segunda-feira (11).

Isso se refletiu também no número de óbitos. A média móvel entre os dias 30 de novembro e 7 de dezembro era de 1,57, indo para 2,7 na semana seguinte e atingindo 3,4 na semana do dia 14 de dezembro. Nos últimos 14 dias, as médias foram 2,1 e 0,57, respectivamente.

Sem relaxar

De acordo com o secretário de Saúde, os números refletem as atitudes tomadas pela Prefeitura de Guarujá em dezembro do ano passado, quando havia uma tendência de alta nos números absolutos da pandemia.

Ele alerta, porém, para a população não relaxar nos cuidados, fato ocorrido quando a Baixada Santista esteve na fase verde do plano estadual, e depois culminando com o aumento de casos, internações e óbitos, sendo necessária uma nova regressão.

“Conseguimos atingir índices satisfatórios, semelhantes aos de quando estávamos na fase verde do Plano São Paulo. Termos o controle da pandemia é fundamental para todos os setores da sociedade civil. Por isso é fundamental que não relaxemos”, afirma o titular da Secretaria de Saúde (Sesau).

Casos também desaceleram

Na esteira da diminuição dos números de internações e óbitos, também estão os casos. A média móvel do último dia de novembro até os primeiros dias de dezembro do ano passado apontavam para uma alta: 38,71. Os números foram um pouco mais altos na semana de 14 a 21 de dezembro, registrando 41,71 confirmações.

A partir daí ocorreu a desaceleração, passando por 38,57 na semana do dia 21 a 28, caindo para 21,42 entre 28 e 4 de janeiro e chegando no menor patamar nos últimos sete dias (entre 04 e 11 de janeiro), com 17,57.

O mais recente boletim epidemiológico da Cidade, divulgado na última terça-feira (12), mostra que o Município já teve 11.616 casos da covid-19, com 8.987 residentes curados e 532 óbitos.

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

Ministro Fachin anula condenações de Lula na Lava Jato

Ministro considerou Vara de Curitiba incompetente para julgar o caso O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu hoje (8) anular as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato. Na decisão, o ministro entendeu que a 13ª Vara Federal em Curitiba não tinha competência legal para julgar as Leia mais

Mais de 2 milhões de contribuintes já enviaram declaração do IR

Fisco espera receber 32,6 mi de declarações até 30 de abril Na primeira semana de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), 2.020.909 contribuintes acertaram as contas com o Leão. Isso equivale a 6,12% do previsto para este ano. O balanço foi divulgado no início da noite pela Receita Federal, com dados Leia mais

Túnel será liberado para tráfego até terça-feira(9)

A Diretoria de Trânsito e Transporte Público de Guarujá informa que de hoje (5) até terça-feira(9) não haverá interrupção no tráfego do Túnel Juscelino Kubitschek, conhecido como Túnel da Vila Zilda, para os reparos da tubulação da Sabesp. A interdição será retomada na próxima quarta-feira (10), das 20 às 5h, todos os dias. A liberação Leia mais

Cubatão tem novas definições sobre realização de cirurgias e exames eletivos

Comitê Estratégico COVID-19 traz novas definições sobre realização de cirurgias e exames eletivos Em reunião nesta quinta-feira (4) o Comitê Estratégico Municipal COVID-19 definiu restringir a realização de cirurgias e exames eletivos em Cubatão a partir do dia 8, com duração de 30 dias. Ocorrerá a suspensão de cirurgias, colonocospias, endoscopias e limitação de outros Leia mais