Em Guarujá, jovem desiste de doar bebê após enfrentar parto surpresa

Após um parto ‘surpresa’ durante consulta de rotina, Uma jovem de 23 anos, desistiu de doar a criança que esperava. O caso ocorreu na tarde da última segunda-feira (20), em Guarujá, e comoveu quem acompanhou o nascimento. “Eu não imaginava que estava em trabalho de parto, mas foi muito emocionante ter o meu bebê ali. Tive força para aguentar, então senti que poderia cuidar do meu filho”, disse.

Família precisa de ajuda com itens básicos como fralda e roupas

A ajudante de cozinha, de 23 anos, tem um filho de dois e, quando ficou grávida pela segunda vez, pensou em deixar o recém-nascido em um abrigo por não ter condições financeiras. “Passei por psicóloga, assistente social. Não queria doar meu filho, mas achei que não conseguiria cuidar dele”, desabafa. Ela queria deixar o filho em um abrigo e tinha a esperança de conseguir levar ele para casa quando tivesse uma situação financeira melhor.

A jovem sentiu dores e ia para uma consulta de rotina acompanhada da irmã e cunhada, na Unidade de Saúde da Família (Usafa) do Sítio Conceiçãozinha. De acordo com a equipe que auxiliou o parto, elas esperavam o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas o bebê nasceu antes que a ambulância chegasse.

Segundo ela, esse parto foi diferente do primeiro, e apesar de ter nove meses de gestação, ela não acreditou que estava prestes a ter o bebê. “As dores foram muito diferentes, não parecia em nada com minha outra experiência”, relata.

De acordo com a enfermeira e gerente da unidade, Ana Paula Maria Ramos, a equipe percebeu que o parto precisava ser feito imediatamente depois do primeiro exame. “Fizemos o exame de toque, e já dava para sentir a cabeça do bebê. Tivemos que fazer o parto na hora, com o que tínhamos”, conta. A enfermeira fala também que o cordão umbilical estava enrolado no pescoço do bebê, e o médico precisou ser ágil na hora de tirar.

O parto ocorreu tranquilamente, e todo o protocolo foi feito, mesmo sem tantos recursos. “Partos não são feitos nas Unidades de Saúde, mas nossa equipe fez o que era necessário no momento. Conseguir ajudar a mãe a ter o bebê saudável foi uma grande felicidade”, comemora Ana Paula. Este foi o primeiro parto realizado no local.

DOAÇÕES
Depois da decisão de manter a criança, a família precisa de ajuda com itens básicos como fralda e roupas. Por isso a equipe que realizou o parto se mobilizou para arrecadar doações na Usafa do Sítio Conceiçãozinha. Ana Paula está à frente e disse que eles aceitam toda ajuda. “Quem tiver algum item para entregar, pode trazer direto na Usafa, e procurar nossa equipe”, explica. (Fonte: G1)


 

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

Praias de Guarujá receberão 120 bicicletários ao longo da orla

As praias de Guarujá receberão a instalação de 120 bicicletários. Com a adição, serão disponibilizadas 240 na orla do município. A implantação começou na praia de Pitangueiras, onde dois equipamentos já estão funcionando. De acordo com a prefeitura de Guarujá, as primeiras instalações aconteceram na última quarta-feira (19), e previsão é de que até o Leia mais

Em Guarujá, banhistas são arrastados pelo mar durante ressaca

A maré subiu e uma forte ressaca atingiu as praias do litoral de São Paulo na tarde de domingo (23). Imagens mostram o momento em que o mar em uma praia de Guarujá invade a faixa de areia e arrasta cadeiras, guarda-sóis e, até mesmo, alguns banhistas que aproveitavam o dia ensolarado. A previsão é Leia mais