Navio em Santos é vistoriado após estivadores dizerem que tripulação tossia e espirrava

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai vistoriar um navio que saiu da Índia e está atracado no Porto de Santos, após estivadores dizerem que viram a tripulação tossir e espirrar. A embarcação, de bandeira liberiana, também passou pela África do Sul e aguarda embarque de soja a granel.

Segundo informações do Sindicato dos Estivadores de Santos (Sidestiva), o navio KM Singapore atracou na noite de sábado (25) e os estivadores levantaram a suspeita de que os tripulantes estariam contaminados pelo coronavírus já que viram a tripulação com tosse, espirros e os operadores responsáveis pelo Terminal Exportador do Guarujá (TEG) subirem no navio com luvas e máscaras.

A Anvisa informou por meio de nota na manhã deste domingo (26) que não são casos suspeitos ou que se encaixam na definição de suspeitos até o momento. O órgão ainda ressaltou que vai subir a bordo para apurar o caso de qualquer forma e o que o uso de máscara aconteceu por conta de uma proteção contra poeira.

Já a Santos Port Authority (SPA), que administra o Porto de Santos, informou que a Guarda Portuária foi acionada por um trabalhador portuário autônomo sobre a situação do navio e que imediatamente acionou o setor de Saúde da Gerência de Segurança do Trabalho da SPA. Ainda não há relatos de quantos dias a embarcação vai permanecer no Porto de Santos.

NOTA DA SANTOS PORT AUTHORITY
A Santos Port Authority (SPA) recebeu informações, na manhã deste domingo (26), de que a tripulação do navio KM Singapore, atracado na margem esquerda do Porto de Santos, estava usando máscaras e luvas. Isto que gerou preocupação por parte dos trabalhadores portuários avulsos, tendo em vista aos novos casos de Coronavírus ocorridos na China e em outros países.

A SPA já repassou essas informações à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que é a Autoridade Sanitária responsável pelo monitoramento das embarcações que operam no Porto de Santos, para que sejam verificadas as ações preventivas que devem ser adotadas, caso seja necessário. Em resposta, a Anvisa disse estar ciente e acompanhando a situação de perto.

NOTA DA ANVISA
A história é que se trata de um navio vindo da India e no qual haviam trabalhadores asiáticos usando luvas e máscaras. Os estivadores viram os trabalhadores do navio Km Singapore usando máscaras e espirrando o que pode ter causado pânico. Porém, não são casos suspeitos ou que se encaixam na definição de suspeitos até o momento. Em complemento, esclarecemos que estas são informações do momento. Podemos fazer uma atualização mais tarde se a equipe da Anvisa se Santos tiver novidades. (Fonte: G1)


 

Deixe seu comentário:

Notícias relacionadas

Guarujá registra recorde de acessos em curso online gratuito do Sebrae

Capacitação teve início nesta segunda-feira (6) e segue até a próxima terça-feira (14), com a média de 70 participantes por aula; iniciativa visa preparar o segmento de quiosques e ambulantes, que atuam nas praias da Cidade, para a retomada das atividades A fim de preparar o segmento de quiosqueiros e ambulantes das praias de Guarujá Leia mais

BOLETIM CORONAVÍRUS – Guarujá – 09/07/2020

A Secretaria de Saúde (Sesau) informa nesta quinta-feira (9) que mais 116 munícipes venceram o novo coronavírus. Com isso, sobe para 3.442 o número de curados. Nas últimas 24 horas, 167 notificações de testes positivos para foram recebidas. O total de casos confirmados agora é de 4.572, dos quais 28 estão internados, 12 deles em Leia mais

Governo do Estado estende vacinação para todas as faixas etárias

A partir de 1º de julho, pessoas de qualquer idade podem ser imunizadas; doses estarão disponíveis até a data final da campanha ou enquanto houver estoque O Governo do Estado de São Paulo decidiu liberar a vacinação contra a gripe para pessoas de todas as faixas etárias a partir desta quinta-feira (1º). A medida foi Leia mais

Mundo deve chegar a 10 milhões de casos de covid-19 na próxima semana

Segundo a OMS, pandemia ainda não atingiu pico em muitos países De Agência Brasil O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, estimou nessa quarta-feira (24) que o número de casos do novo coronavírus no mundo, que atualmente está em torno de 9,3 milhões, chegará a 10 milhões na próxima semana. Em entrevista Leia mais