Connect with us

Destaque

Guarujá tem crescimento de empregos formais em julho

Publicado

em

Em direção oposta aos cenários estadual e federal, próximos da estagnação, saldo de admissões no Município superou em 180% o de demissões; dados são do Governo Federal

Na contramão dos cenários estadual e nacional, próximos da estagnação, Guarujá registrou expressivo crescimento em relação à criação de empregos formais. Isto é o que mostram os dados do Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged), vinculado ao Ministério do Trabalho. Em comparação dos resultados alcançados entre os meses de junho e julho, o Município registrou um crescimento de 180% no número de carteiras de trabalho assinadas, e relação às demissões.

De acordo com o Caged, a Cidade registrou, em julho, 1.074 empregos com carteira assinada contra 890 baixas, resultando em um saldo positivo de 184. No mês anterior, o saldo foi de 66 novas vagas.

Esse saldo positivo corresponde a um crescimento de 180%, muito superior às médias estadual e federal, que apontam saldo também positivo, porém, de apenas 1% e 3,8%, respectivamente. Em relação à Baixada Santista, Guarujá está entre as três cidades que registraram melhor índice, Praia Grande e Santos.

O setor de Serviços é o grande responsável pela boa performance de Guarujá no Caged de julho: do saldo positivo de 184 novas vagas surgidas na Cidade neste mês, 115 foram advém deste setor. Na Construção, o saldo positivo foi de 69 novas carteiras assinadas e as atividades comerciais somaram 27 novas admissões, também.

“Esse aquecimento na economia local tem tudo para crescer ainda mais com a retomada pós-pandemia, muito planejada pelo Município”, prevê o prefeito de Guarujá, Válter Suman.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Portuário, Gustavo Rondini, Guarujá garantirá destaque ainda maior entre as cidades litorâneas. “Graças aos investimentos voltados ao segmento turístico. Uma série de melhorias foi traçada para que os visitantes escolham nossa Cidade como destino, o que refletirá na geração de emprego e renda”, projeta.

FOTO: PMG