Connect with us

Bastidores do Esporte – Nelsinho Filho

Por Onda Anda – Sensei Pires

Publicado

em

Nome – Adalberto Pires Affonso
Apelido – Pires ou Sensei Pires
Data de Nasc. – 21/01/1946
Naturalidade – Resende (RJ)
Esporte – Karatê
Estilo – Shoto Kan

Apaixonado pelo karatê, Adalberto Pires Affonso ou Sensei Pires, foi um dos principais discípulos do saudoso mestre Shinzato, a maior referência da modalidade no Estado de São Paulo.

Esportista eclético, nosso homenageado, além de Karatê, praticou tiro ao alvo, judô, futebol e atletismo.

Sua história esportiva no tatame iniciou aos 11 anos de idade, quando trabalhava na feira para ajudar as despesas de casa. Foi no trabalho que Pires conheceu o Sensei Shinzato que o convidou para treinar karatê em Praia Grande, local que residia à época.

O estilo de luta era o Gorin ryu, e, treinar em Praia Grande, tornou-se um grande desafio ao nosso futuro carateca. Viagem cansativa, mas, prazerosa.

Pires se firmou nos treinamentos e não pensava em outra coisa, respirava e transpirava caratê. Aluno determinado e disciplinado, rapidamente alcançou o ápice da importante arte marcial milenar, a faixa-preta.

Ainda jovem, porém, com a experiência de veterano, resolveu repassar o aprendizado aos moradores de Vicente de Carvalho.

Em 1964, mais precisamente durante a passagem de ano, estimulado pelo “sr. Ataíde”, o jovem carateca afastou mesa e cadeiras, chamou alguns vizinhos e ministrou sua primeira aula. A partir daí, estava fundada a primeira academia de caratê da Ilha de Santo Amaro.

Em 1966, Shinzato mudou o estilo para Shorin Ryu. Alemão o acompanhou na denominação e por muitos anos formou atletas com o nome de Academia Shorin Ryu, de Vicente de Carvalho.

Antes de se firmar no atual endereço, ele rodou vários clubes, tais como: Sede do Bom Paladar, Gavião, 11 de Maio, sede de Melhoramentos do Santa Rosa e sede de Melhoramentos da Vila Zilda.

Em 1982 mudou-se em definitivo para a Rua Tambaú, 122, Paecará, em Vicente de Carvalho, onde continua ensinando a arte das “mãos vazias”, desta feita sob o nome de Associação Kobukan de Karate, no estilo Shoto Kan.

Em sua magnífica e histórica passagem pelo karatê, Pires não só colecionou títulos como atleta, como tornou-se um renomado técnico das equipes Guarujaense nos Jogos Regionais e Abertos, período de 1986 a 1993.

Além dos dotes de atleta e técnico, ele também fez parte da Banca Examinadora da Federação Paulista de Karate Interestilos (FPKI), da Direção da Comissão de Arbitragem da FPKI, Comissão Brasileira de Karate Interestilos (CBKI) e atuou como Árbitro em praticamente todas as competições oficiais organizadas pela Secretaria de Esporte e Lazer do Estado de São Paulo.

“Uma passagem que me deixou muito honrado foi o convite para supervisionar a modalidade (caratê) junto ao departamento de esportes da prefeitura de Guarujá, na gestão do prefeito Waldir Tamburus”, destaca Sensei Pires.

Ao longo dos 57 anos de atividades ininterruptas, o técnico orgulha-se de ter formado cerca de 17 mil caratecas.

Aposentado, Adalberto Pires é casado com Sueli Maria e constituiu uma família formada por três filhos, cinco netos e seis bisnetos.